domingo, 23 de novembro de 2008
















Acorda amor!

Vem ver que deslumbrante alvorecer,
Flores no jardim, e os raios do sol querem te ver...

Vem amor, dá-me tua mão, segue comigo nesse amanhecer...
Caminhemos até o pomar, amor,
E colhamos ameixas, amoras e cerejas...

Vem, ouve o gado tilintando os chocalhos à beira do riacho...
E, por sobre as flores, borboletas,
Abelhas e beija-flores, se refestando do néctar do amor...

Vem, o bem-te-vi te chama e quer que ouças o seu canto
E o seu vôo encantador...Vem amor...

(José Valdir Pereira)

Um comentário:

O poeta e escritor disse...

Deve ser apaixonante viver aolado de tanto romantismo...