quinta-feira, 31 de julho de 2008















Doce Mania

Imaginar você aparecendo, vindo de lá,
De algum lugar, de pés descalços,

Cabelos molhados, roçando o seu corpo,
Despida, toda atrevida, querendo chegar,
De perto, peitos tenros, chegando, de lábios ávidos,
Em busca dos meus...

Imaginar você aparecendo assim,
Sempre assim, tem sido a minha doce mania
Querer você em meus braços,

Deixá-la percorrer meu corpo
Em busca das vezes que não fomos,
Toda assim, livre e sem reservas,
É o que mais desejo, aqui e agora,
Se não morro, porque não fui não pude e não tive...
Você, a perfeição do amor,

Do prazer que se fez existência,
Que eu tanto quero em minha vida.
Ah! Minha doce mania...
Imaginar você, querer você, percorrer seu corpo
E nele encontrar a paz de que tanto preciso...

Tem sido a minha doce mania.

(José Valdir Pereira)

Um comentário:

O poeta e escritor disse...

ADOREI ESSA MONTAGEM; ESSA COMBINAÇÃO!