domingo, 10 de agosto de 2008





















Reflexão

As correntes que me prendem
A essa postura que pensava devesse ter, de mero conivente,
Por questões de sobrevivência,
Estavam esmagando a minha carne e corroendo o meu espírito.
E se não fossem os reflexos ardentes do meu coexistir,
Em meio a tantas agruras,
Ainda agora estaria subsistindo às avessas,
Em busca de um vir-a-ser apocalíptico.

(José Valdir Pereira)

Nenhum comentário: