domingo, 10 de agosto de 2008






















TALVEZ UMA ESPERANÇA

Para você recordar, se preciso for,
Pois, talvez, não seja uma lembrança,
Mas uma esperança, de quem deseja o seu amor.

Não me permita que eu deixe
De nutrir esse desejo que me faz viver.

(José Valdir Pereira)

Um comentário:

O poeta e escritor disse...

Gosto muito dessa "Talvez uma Esperança"
O que será que o poeta quer dizer?